Reprodução/Freepik
Reprodução/Freepik

Espanha flexibiliza regras para imigração por falta de mão de obra

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Na última terça-feira, 26, o governo da Espanha aprovou uma reforma que facilita o processo de regularização de imigrantes. O objetivo da iniciativa é ajudar a compor as vagas de setores que têm muitas vagas ociosas. Embora o país tenha uma alta taxa de desemprego, ele não consegue suprir a mão de obra em áreas estratégicas como turismo, construção e agricultura.

A mudança beneficia principalmente imigrantes em situação irregular que estão em território espanhol há mais de dois anos. Após regularizados, eles poderão fazer cursos de especialização nas áreas mais carentes de mão de obra e disputar legalmente essas vagas no mercado de trabalho.

CONTINUE LENDO...

De acordo com o ministro da Segurança Social, José Luis Escrivá, a reforma pretende estabelecer “uma migração ordenada e segura”: “(As medidas)visam melhorar o modelo migratório espanhol e os seus procedimentos, em muitos casos lentos e inadequados, o que gera períodos prolongados de irregularidade, com elevados custos sociais e econômicos”, informa, em nota.

Ao todo, a ideia é simplificar o acesso ao emprego para estudantes estrangeiros, que poderão trabalhar até 30 horas por semana, assim como, posteriormente, ingressar no mercado de trabalho formal sem precisar cumprir período de carência.

Além disso, o processo de reagrupamento familiar deverá ser simplificado, assim como a concessão de vistos de trabalho em setores com mais demanda de mão de obra.

A reforma foi aprovada pelo Conselho de Ministros e não possui a necessidade de passar pelo Parlamento. Atualmente, a Espanha sofre com taxa de desemprego acima de 13%, um dos índices mais altos da União Europeia e a falta de mão de obra em alguns setores da economia é frequentemente apontado por empresas locais e estrangeiras como fator limitante para o crescimento.

Com informações do Terra

VER MAIS

VER MAIS